quarta-feira, 16 de setembro de 2009

10 Mandamentos para Investigadores dos Mythos


Investigadores dos Mythos de Cthulhu normalmente não tem uma vida longa e feliz. Suas carreiras são curtas, uma vez que nem todos tem o que é preciso para explorar esse conhecimento perigoso. Isso muitas vezes se prova fatal. Tais carreiras podem ser abreviadas por complicações psicológicas ou pelo encontro com algum horror do além.

Esse destino terrível pode ser evitado seguindo alguns conselhos. Para jogadores de primeira viagem e veteranos, esses sãoo s 10 Mandamentos para os Investigadores de Cthulhu:

1) Mantenha Segredo

"Os dois se olharam e naquele momento sabiam que algo mais do que a amizade os unia. Entre eles havia um pacto de silêncio, ao qual jamais poderiam negar" - Pacto Sinistro

Certas verdades não devem, ou melhor não podem, ser conhecidas pelo público. No decorrer de uma Investigação dos Mythos, descobre-se que o mundo não é o lugar coerente que se imaginava. Não, o mundo é um lugar com segredos tão negros que o mais resoluto dos homens poderia cogitar o suicídio sabendo apenas uma parcela dessas verdades. Compartilhar essas revelações com as pessoas em geral poderia gerar um pânico sem precedentes na história humana.

Além disso, as autoridades não estão preparadas para aceitar testemunhos ou relatórios a respeito da atividade dos Mitos. Não importam as provas, não importam os indícios, as pessoas preferem não acreditar em certas coisas a não ser que elas estejam a poucos metros correndo nos seus calcanhares. O mesmo ocorre com amigos e empregados. Não é raro que amizades terminem e empregados peçam as contas quando alguém começa a falar a respeito de horrores tentaculares planejando o fim da humanidade.

Raramente as pessoas tendem a acreditar em um testemunho de uma experiência envolvendo os Mythos. E quem pode culpá-los? Nós vivemos afinal em uma ilha de plácida ignorância e conforto, acreditando que somos os senhores da criação.

Na melhor das hipóteses as pessoas simplesmente não vão acreditar em suas estórias. Na pior, você e seus companheiros serão internados em uma instituição para doentes mentais ou serão o alvo de gozações.

Mantendo as coisas em segredo, um grupo de dedicados estudiosos dos mitos pode explorar esses horrores com o devido cuidado sem colocar em cheque a sua credibilidade.

2) Fiquem Juntos

"Fred, Daphne e Eu vamos por ali, Scooby e Salsicha procurem no velho depósito. Aquele que descobrir alguma coisa grita!" - Scooby Doo

Um conselho para investigadores de primeira viagem. Jamais se aventure solitariamente em um local potencialmente perigoso. O perigo espreita em qualquer lugar, isso é verdade para as velhas florestas escuras, para as antigas casas abandonadas com seus porões empoeirados e para aquela velha Igreja que pegou fogo na virada do século e que se diz ser assombrada. Também é verdade que o perigo pode estar onde menos se imagina, como na casa de uma doce e amável velhinha que oferece limonada temperada com cianeto para seus convidados.

Um certo grau de paranóia pode ser muito saudável quando os Mythos são o objeto de uma investigação.

Uma das formas de diminuir o perigo de uma situação é colar em seus companheiros e não largar deles aconteça o que acontecer. É bem verdade que muitos mistérios são desvendados por investigadores solitários, mas também é verdade que muitos deles não sobrevivem para compartilhar suas descobertas.

Na companhia de almas gêmeas ou de fiéis colegas comprometidos com uma causa comum, a investigação tem mais chances de ser bem sucedida. Pense da seguinte maneira, mesmo que você não goste de seus colegas, a presença deles pode ser decisiva para sua sobrevivência. Talvez os monstros se saciem com eles enquanto você escapa...

3) Pense antes de agir

"Eu apenas agi, não pensei!" - O Ataque dos Vermes Malditos

Investigar os Mythos obriga as pessoas a pensar rápido e tomar decisões em momentos de crise. Em alguns momentos, no entanto, uma decisão impensada pode se mostrar um equivoco e ocasionar um desastre.

Imagine que o grupo acaba de encontrar uma página de um pergaminho medieval. A página menciona um horror ancestral que atacou aquela mesma região séculos antes. Transtornado um dos investigadores diz que o mundo ficará melhor sem aquela informação e decide que é melhor queimar a página. Sem pensar duas vezes ele lança o delicado papel na lareira. O problema é que aquela página escondia uma magia capaz de enviar o horror de volta para sua dimensão de uma vez por todas.

Pensar antes de agir é um conselho válido no dia a dia, em Cthulhu é uma regra capaz de salvar vidas.

4) Sempre tenha um plano

"Então Lancelot, Galahad e eu, pulamos do coelho e pegamos os franceses desprevinidos!" - Monty Python e o Cálice Sagrado.

Mesmo um plano ruim é melhor do que plano nenhum. Planejamento durante uma investigação dos Mythos pode ser o diferencial entre vida e morte. Agir sem um plano bem definido é um convite ao fracasso.

Antes de partir para uma investigação, é interessante ponderar a respeito dos possíveis obstáculos que se terá pela frente e sobre a melhor maneira de superá-los. Se um dos investigadores é o único que conhece o feitiço capaz de abrir o portal, ele precisa ser protegido à todo custo. Se um livro vital precisa ser roubado da biblioteca do culto maligno, é bom saber como entrar e principalmente como sair. Se teremos de fugir às pressas não seria melhor ter um carro de fuga esperando na rua em frente? Ajudaria começar um incêndio para distrair os cultistas enquanto se foge?

Planos são importantes, mas tão importantes são os planos de reserva. Tenha uma opção se tudo mais falhar, um ás na manga. E se o carro de fuga não estiver na saída? E se o investigador que aprendeu o feitiço morrer? E se as balas de prata não adiantarem?

É melhor perder alguns minutos planejando do que horas discutindo de quem é a culpa quando as coisas derem errado.

5) Pesquisas salvam vidas

"Eu não sou um homem de campo, sou um pesquisador" - Hellboy

Antes de se arriscar em uma missão de campo, tenha certeza de ter apurado todas as informações pertinentes a respeito do lugar. Fazendo um pouco de pesquisa a respeito da história recente já é bastante proveitoso. Uma pesquisa cuidadosa fornece infomações vitais. Lembre-se: conhecimento é poder.

Que tal antes de sair para explorar uma mansão assombrada, pesquisar quem viveu lá, como morreram essas pessoas, se ainda existem parentes, se existem lendas, se há rumores, testemunhas de acontecimentos, empregados ainda vivos... qualquer fio de informação pode se traduzir em um trunfo no momento em que se precisará seguir para o lugar. O executor de uma propriedade pode saber detalhes sobre os últimos moradores, o bêbado da cidade que vive ali perto pode ter visto algo em uma noite, um vizinho pode ter ouvido alguma coisa na calada da noite.

O mesmo vale para objetos. Que tal pesquisar na biblioteca local ou conversar com o reitor da universidade a respeito da estranha placa descoberta numa escavação no Vale dos Reis? Talvez ali esteja a resposta para o trecho misterioso que revela o ponto fraco de uma criatura normalmente indestrutível.

Ir com muita sede ao pote pode comprometer toda uma investigação. Esgote as possibilidades antes de se ver face a face com o perigo.

6) Armas são a última esperança

"Guns, lots of Guns" - Matrix

Uma arma de fogo é uma ferramenta útil para investigações envolvendo os Mythos de Cthulhu. Cultistas são fanáticos perigosos e a maioria deles apenas será intimidada pelo poder de fogo de uma pistola 45 apontada para a cabeça. Armas podem garantir cooperação de pessoas relutantes. Armas podem permitir o acesso a lugares onde normalmente não se poderia entrar. É inegável que uma metralhadora Thompson pode ser útil nas piores situações.

No entanto, armas estão longe de ser infalíveis.

Abusar de armas de fogo pode levar o investigador a ter problemas com a lei, causar estragos a propriedades ou ferir algum inocente. Além disso, existe o problema de que armas foram criadas para matar humanos ou formas de vida nativas da Terra. Contra muitas criaturas dos Mythos, balas, explosivo plástico, misseis intercontinentais ou granadas de fragmentação podem não surtir o efeito desejado. Alguns monstros realmente terríveis podem simplesmente ser imunes a essas formas de dano o que obrigaria o investigador a lutar mano a mano com uma aberração saída de pesadelos.

Lembre-se: A arma mais poderosa pode ser uma magia escrita em um idioma desconhecido ou um artefato místico na forma de um amuleto cristalino.

7) Conheça seu Inimigo

"Não me diga que vampiros não existem, eu vi essas coisas de perto, eles são vampiros!" - From Dusk till Dawn

Utilize todas as informações levantadas para descobrir o ponto fraco de seu inimigo. Livros, jornais, diários, testemunhas... todas pistas podem ter relevância no momento de enfrentar um inimigos. Entregar-se a um combate sem conhecer o oponente é como saltar de uma janela sem saber a altura.
Uma pequena nota de rodapé em um antigo manuscrito pode revelar que o horrendo morto vivo que assumiu a identidade de um velho amigo é suscetível à prata. Sabendo desses detalhes que tal começar a derreter a velha bandeja de prata e fazer umas balas? Se o testemunho de um cultista no corredor da morte revela que o líder do culto é uma mulher com poderes hipnóticos, então pode ser uma boa evitar olhar diretamente para ela.
Alguns inimigos só podem ser vencidos mediante um conhecimento prévio. O mesmo pode valer para monstros e criaturas inumanas. Nyogtha, o Deus dos Recessos Profundos é incapaz de suportar a luz, que tal então explorar seu reduto munido de uma poderosa lanterna? A terrível gosma negra que habita os dutos de esgoto é imune a todas as armas, mas não se aproxima de fogo? Ótimo, preparem as tochas e não economize no coquetel molotov.

8) As Coisas nem sempre são o que parecem

"Conheci seu pai, um Cavaleiro Jedi chamado Darth Vader o matou" - Obi Wan Kenobi

Algumas entidades podem usar disfarces e se passar por humanos usando uma máscara de aparente normalidade. Certas criaturas vivem no seio da humanidade há séculos incorporando seus modos e enganando a todos. Estas criaturas são uma ameaça ainda mais terrível pois transmitem uma aura de segurança.

Esteja preparado para enfrentar aquilo que está além das aparências. Nem todas as máscaras de Nyarlathotep são terríveis ou inumanas, ele pode assumir formas bastate simpáticas e aprazíveis para se aproveitar da ingenuidade humana. Homens Serpente também podem assumir a forma de pessoas, seu amigo de confiança pode ser uma criatura monstruosa.

Cultistas muitas vezes se fazem passar por pessoas respeitáveis. Eles podem ser homens de negócios, religiosos, artistas, parentes, vizinhos... quem sabe o que eles fazem quando estão sozinhos no porão de suas casas? Esteja preparado para o inesperado, lembre-se que estar um passo à frente do ataque é a melhor forma de evitar ser pego de surpresa.

Duvide de estórias bem elaboradas e da fachada de respeitabilidade. Nada é 100% cristalino ou totalmente escuro. Sempre existem rachaduras em palácios e nem sempre o vilão usa o chapéu preto. Aquele que você combate pode ser seu maior aliado, enquanto o missionário que posa como bom samaritano é o proverbial lobo em pele de carneiro.

9) Nunca Desista

"Ele nunca vai parar, até que você esteja morta!" - Exterminador do Futuro.

A esmagadora desvantagem diante dos Mitos pode fazer com que os investigadores pensem que sua luta é em vão. A vitória pode parecer impossível em certos momentos. Diante dos horrores dos Mytos de Cthulhu, abandonar o caso e fugir pode ser uma tentação, mas lembre-se que alguém precisa enfrentar esse mal absoluto. Os investigadores são tudo o que existe entre a Terra e as forças implacáveis dos Antigos.

Não importa o quão ruim a situação esteja. Refaça seus passos, repense suas atitudes, busque novas fontes de informação. É possível que exista alguma pista que passou desapercebida e ela se mostrará vital para reverter a situação no momento de maior crise.

Isso não quer dizer que você deve ignorar as vantagens de uma retirada estratégica. Fugir e viver para lutar novamente é uma atitude inteligente, contudo em certos momentos pode não haver um amanhã pelo qual lutar.

10) Esteja Preparado

"Vamos precisar de um barco maior" - Tubarão

Estar preparado vai muito mais longe do que levar munição extra para sua arma ou encher o tanque de seu carro à caminho da missão. Antes de iniciar uma expedição de campo tente lembrar de tudo o que pode vir a ser útil antes de chegar ao lugar.

A máxima "melhor ter e não precisar usar do que precisar e não ter" é válida.

Os investigadores não raramente estão em desvantagem quando enfrentam as forças dos mitos. Uma forma de compensar essa desvantagem é ter preparativos em mão para quando as coisas ficarem perigosas.

Que tal conduzir aquele ritual místico de proteção antes de entrar na caverna amaldiçoada? Que tal observar a fazenda deserta de longe com poderosos binóculos antes de entrar no lugar? O que me diz de fazer marcas nas árvores para não se perder na floresta?

Os preparativos podem ser cruciais para a sobrevivência de um grupo. Ser cuidadoso afinal nunca fez mal a ninguém. Em caso de dúvida, leve tudo o que parecer remotamente útil desde que é claro esse peso não o atrase ou limite seus movimentos. Faça uma lista de equipamento antes de partir para uma exploração e tenha certeza dele todo ter sido checado previamente. Você não vai querer ficar sem pilhar na lanterna no meio da madrugada, vai?

Tenha em mente que explorações e buscas conduzidas em lugares ermos podem ser potencialmente perigosas, sobretudo quando existe um elemento sobrenatural à solta.


Bem, depois de tudo isso, você deve estar se perguntando: "Se eu seguir esses mandamentos vou sobreviver a uma aventura de Call of Cthulhu"?

A resposta infelizmente é não.

As lendas são verdadeiras. A mortalidade em Call of Cthulhu é grande e personagens tentem a morrer com extrema (e enervante) regularidade. Mas tenha em mente que o sucesso em uma aventura se traduz na certeza de que os investigadores negaram aos horrores ancestrais uma vitória fácil e que a última linha de defesa da humanidade se manteve forte até o último suspiro.

Call of Cthulhu de muitas formas é o jogo para os verdadeiros heróis. Onde homens e mulheres comuns enfrentam horrores e forças aterrorizantes com nada mais do que a certeza de estarem fazendo aquilo que é certo.

2 comentários:

  1. Genial, adorei, tenho que levar isso como um mantra em minha vida.

    ResponderExcluir