quinta-feira, 13 de março de 2014

Jogos de Intriga - Usando Espionagem em Chamado de Cthulhu


Espionagem envolve a ação de um governo ou de um indivíduo à serviço de alguma agência de investigação em geral governamental tentando obter informações secretas ou confidenciais sem a permissão de quem detém essa informação. Espionagem é em geral uma ação clandestina, uma vez que os segredos são cuidadosamente mantidos e conhecidos apenas por membros de primeiro escalão de uma nação.  Por essa razão, espionagem é considerada ilegal e punida com força de lei na maioria dos países.

Um dos métodos mais eficientes de obter informações confidenciais sobre um inimigo (ou inimigo em potencial) é infiltrar agentes em postos de confiança. Este é o trabalho principal do espião (agente de espionagem). Espiões podem obter todo tipo de informação a respeito do tamanho e força militar de um oponente. A localização de recursos militares e distribuição de tropas. Eles também podem determinar a existência de um dissidente dentro das forças inimigas e exercer sobre ele pressão forçando-o a desertar (carregando segredos ainda mais profundos). Em tempos de crise, espiões podem ser utilizados para roubar tecnologia e sabotar o inimigo de várias maneiras.

Agentes de contra-inteligência agem fornecendo informações falsas para que os espiões encontrem e enviem dados incorretos para seus superiores. Em geral, as agências de contra-espionagem também são importantes para proteger recursos e descobrir a presença de espiões pertencentes a nações inimigas dentro de suas fileiras.

A maioria das nações são signatárias de dispositivos internacionais que regulam e condenam a espionagem intergovernamental. Entretanto, os benefícios que podem ser obtidos através da espionagem justificam a existência de agências de espionagem em praticamente todas as nações.

Alvos de Espionagem

Agentes de Espionagem são treinados em várias formas de infiltração e coleta de dados. Eles são experts em recuperar informações, coagir ou convencer terceiros, analisar os dados separando informações vitais e enviá-las para seu operador. Tudo isso, camuflando suas ações de modo que jamais sejam descobertos. O bom espião é capaz de obter todos os segredos do seu alvo, sem alertar ninguém da sua presença ou de sua passagem.

Existem várias áreas de atuação de espionagem e alvos comuns de um espião podem ser:
  • Recursos Naturais: produção estratégica, identificação e meios de extração (alimentos, recursos minerais, fontes energéticas). Agentes se infiltram entre burocratas que administram esses recursos essenciais ou entre elementos políticos que possuem acesso a relatórios completos sobre esses assuntos. 
  • Recursos Populares: O alvo dos espiões nesse caso é a opinião pública e privada no que tange a política nacional ou internacional de uma nação. Os agentes tendem a ser recrutados entre jornalistas, ativistas, estudantes e pesquisadores ligados a carreira de sociologia. Esse agentes tentam definir qual a postura política e econômica, influenciar grupos dissidentes, insuflar mobilizações e distribuir recursos (armas ou dinheiro) para armar grupos extremistas. 
  • Recursos Econômicos: O objetivo do espião é determinar a produção econômica industrial de um país, suas fontes de abastecimento, as principais empresas e suas condições, a infraestrutura e o material presente. Os agentes possuem conhecimento técnico e acadêmico, possuem contatos em empresas multinacionais privadas e públicas. O alvo dos espiões são os diretores, os conselheiros, grupos de assessores, cientistas e analistas financeiros.   
  • Recursos Militares: O espião busca informações a respeito dos recursos ofensivos e defensivos, a respeito de armamento estratégico, de alvos principais e de distribuição ou mobilização de tropas. Agentes nesse caso possuem treinamento militar e conhecem a mentalidade hierárquica militar. Esses agentes são infiltrados em quartéis, academias e bases militares e se especializam em obter planos secretos ou convencer membros das forças armadas a cooperar cedendo documentos secretos. 
  • Contra-Inteligência: Operações que visam a defesa contra agências de espionagem inimigas, visando identificar agentes infiltrados, localizar fontes de vazamento de informações e estabelecer meios de coibir espiões. Agentes especializados em contraespionagem também lidam como tráfico de informações produzidas para alimentar o inimigo com dados falsos.

O Espião

O espião é a pessoa responsável por obter as informações sigilosas. Dentro das várias agências de informação, o termo "agente" é mais utilizado atualmente. Os agentes trabalham prestando contas exclusivamente a oficiais de operação, também conhecidos como operadores. Agentes em campo (ou seja, em missão secreta) são muitas vezes auxiliados por oficiais de embaixada que possuem status e imunidade diplomática. 

Na terminologia da espionagem, cut-outs são mensageiros especializados em transferir ou disseminar mensagens. Uma Casa Segura (Safe House) é um refúgio para os espiões em missão. O Pacote (Package) pode ser qualquer coisa que constitui o alvo principal do agente, desde uma pessoa até uma maleta, passando por um aparelho ou pasta com informações. Os termos "Operação" ou "Trabalho" se refere a ação de espionagem que será realizada.

Em grandes redes de espionagem, a organização possui vários métodos para evitar detecção, além de agir clandestinamente forjando documentos e identidade falsas, fornecendo recursos financeiros e suprindo equipamento tecnológico para vigilância ou defesa.

Há diferentes tipos de espiões: 
  • Agente de Inteligência são espiões cuja função é se infiltrar no território inimigo, descobrir aliados e estabelecer bases para a extração de informação. Em geral esses agentes são essenciais para a espionagem e são exatamente o que se imagina quando se fala em espiões.
  • Agente de Acesso é o agente que prepara o caminho para os demais agentes de campo, em especial os Agentes de Inteligência. Em geral, são os primeiros agentes a serem plantados num território inimigo, muito tempo antes de uma operação. Também chamado de "Pioneiro" ou "Cabeça de Ponte", a função desse agente é preparar o terreno para facilitar a operação, organizando o material, adquirindo os recursos e o equipamento, além de criar safe houses e estabelecer aliados. O agente de acesso também relaciona contatos ou pessoas que podem ajudar o agente dentro do território inimigo: médicos, falsários, motoristas, contrabandistas; toda e qualquer ocupação que possa vir a ser útil no correr de uma missão. 
  • Toupeiras (Moles) são funcionários de agências especialmente recrutados para desempenhar trabalhos de espionagem, em geral são funcionários convencidos a ajudar na espionagem mediante pagamento ou vantagens específicas.
  • Defletores são agentes infiltrados cuja função é proteger outros agentes essenciais que precisam realizar um trabalho. Os defletores fornecem meios para entrar e sair de uma nação, vigiam as safe-houses e se necessário eliminam os inimigos. No jargão da espionagem, os defletores por vezes são chamados de Dedos (fingers) ou Wet Boys (Garotos Molhados). A maioria deles possuem treinamento em militar, de invasão e assassinato.
  • Blue Ships são agentes de operação, que controlam e distribuem funções em campo. Em geral eles chefiam uma operação e são os únicos que conhecem todos os agentes e objetivos de uma operação. Blue Ships por vezes operam de dentro de embaixadas e raramente saem em campo por serem considerados muito importantes. Entre os espiões eles podem ser chamados de "Observadores" ou "Controle".
  • Agente de Influência é alguém plantado entre indivíduos que possuem influência no governo local ou que podem manipular favoravelmente recursos ou instituições. Esse tipo de espião se especializa em utilizar a burocracia local, a mídia e serviços essenciais para facilitar a ação dos outros agentes. Eles também podem operar junto de entidades financeiras garantindo recursos financeiros para realizar uma operação. Importantes para os aspectos mais burocráticos de uma operação, os agentes de influência também atendem pelo apelido de "Caras de Pau" ou "Front Faces".
  • Agente Provocador é um agente instalado para criar problemas, causar confusão ou instituir meios para uma fuga. O Agente Provocador possui vários contatos, principalmente entre dissidentes, rebeldes ou grupos de guerrilheiros que lutam contra o governo que se deseja espionar. Ele estabelece as bases de confiança ou simplesmente recruta mercenários dispostos a agir no momento certo para permitir a extração de um agente ou a sua infiltração. No jargão da espionagem, eles atendem por nomes como "Incendiários" ou "Bagunceiros".
As principais Agências de Espionagem no mundo na primeira metade do Séculos XX:

França - Deuxième Bureau de l'État-major Général (Segundo Bureau do Estado Maior) era uma agência de formação militar. Ela foi substituída pela DCRI submetido ao Ministério do Interior.

Alemanha - A Abwehr, uma agência militar criada para defesa estratégica funcionou até 1935, ela foi substituída pela Gestapo (1938) empossada na forma de uma Polícia Política durante o Regime Nazista. Após a Segunda Guerra Sicherheitsdienst (Serviço de Segurança).

Alemanha Oriental - Após a separação, a temida Stasi se tornou o serviço secreto da Alemanha Oriental, notória durante a Guerra Fria agindo atrás da Cortina de Ferro.

Estados Unidos - Escritório de Serviço Estratégico (OSS) foi por muito tempo a mais importante agência de espionagem norte-americana ligada a Inteligência do Exército. A CIA foi fundada apenas em 1947 logo após a Segunda Guerra como uma agência de espionagem que visava proteger os interesses americanos ao redor do mundo. A CIA foi durante a Guerra Fria uma das agências de espionagem mais atuantes. Memso no período pós Guerra-Fria ela continua atuante. 

Itália - Organizzazione per la Vigilanza e la Repressione (OVRA) era a agência de regulação durante o Regime Fascista. Após a Segunda Guerra foi substituída pelo Gabinet 33.

Japão - A Polícia Secreta japonesa no Período Imperial era chamada Kempeitai e agia em toda a Asia como uma força tão temida quanto a Gestapo alemã. Após a Guerra, a agência oficial de espionagem japonesa é a Tokko.

Reino Unido (Grã-Bretanha) - MI 6 (Ministry of Information) é a mais importante agência de Espionagem britânica, uma das mais antigas do mundo. A Divisãod e Inteligência Naval também opera, sobretudo em tempos de guerra e é auxiliada pela Special Operations Executive (SOE) que lida com operações de sabotagem e assassinato ao redor do mundo. 

Rússia - Durante o Período Czarista (1866-1917), a Okhrana era a temida polícia imperial, responsável pelas operações de espionagem e contra-espionagem.

União Soviética - A Okhrana foi substituída por várias agências de informação e espionagem ao longo do regime comunista. A Cheka (1917-1922) foi a primeira agência com uma estrutura semelhante a sua predecessora. Ela foi substituída pelo GPU (Diretório Político Estatal) entre 1923-1934. Um expurgo fez com que a agência fosse transformada na temida NKVD responsável por muitas ações de espionagem, sabotagem e assassinato em outras nações. A famosa KGB foi fundada apenas em 1954 como um Comitê para Segurança Estatal. Ela é uma das mais famosas agências de espionagem do período da Guerra Fria.
 

ESPIÕES EM CHAMADO DE CTHULHU

Em cenários de Espionagem os jogadores podem desempenhar diferentes funções e cada um ter uma especialidade.

Muitos espiões são embaixadores ou funcionários consulares, mas uma boa parte se disfarçam como membros da comunidade tendo trabalhos comuns, até mesmo casando e constituindo família. Para criar um personagem que seja um espião, é interessante antes definir uma ocupação de fachada desempenhada normalmente.

Espiões podem ser enviados para as mais variadas missões, e porque não, serem usados para obter informações secretas a respeito da existência do Mythos de Cthulhu e de como um determinado país trata dessa questão. É possível que uma nação tenha conhecimento de cultos, da existência de antigas ruínas ou artefatos ou que tenha estabelecido relações amistosas com alguma raça não humana. Há rumores que durante a Segunda Guerra Mundial, Nações do Eixo tentaram estabelecer alianças com criaturas e civilizações que fazem parte do Mythos. Um espião poderia ser enviado para averiguar esses rumores ou quem sabe até poderia descobrir indícios, durante uma operação convencional.

Nova Ocupação: Espião

Rendimentos: Embora a ficção possa dizer o contrário e sugerir um padrão de vida luxuoso, agentes ligados ao ramo da espionagem na vida real ganham salários fixos que os colocam na classe média até Classe média alta (para diretores e membros mais proeminentes). Em alguns casos, espiões possuem um trabalho de fachada arranjado pela agência e recebem rendimentos de acordo com a ocupação escolhida.

Contatos e Conexões: Geralmente um pequeno número de pessoas conhece a identidade e a atividade do espião, amigos e mesmo familiares muitas vezes não sabem exatamente qual o trabalho do agente. A maioria das conexões são desenvolvidas para facilitar o serviço e garantir um trunfo se necessário. Um bom espião desenvolve uma rede de aliados e contatos no local em que é designado para atuar. Essa rede inclui autoridades do governo, membros do submundo e funcionários de sua embaixada. Espiões também conhecem a localização de pelo menos uma safe house.  

Habilidades: Barganha (Bargain), Ocultar (Conceal), Lábia (Fast Talk), Ouvir (Listen), Idioma (Other Language), Persuasão (Persuade), Psicologia (Psychology), Localizar (Spot Hidden) e duas habilidades adicionais entre Armas de Fogo (Firearms), Dirigir Automóvel (Drive Auto), Esconder (Hide), Furtividade (Sneak) e Disfarce (Disguise). 

Um comentário: