quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Cthulhu 101 - O que é Chamado de Cthulhu? - O básico do básico

Olá para todos,

Esse artigo foi publicado originalmente em 2009, poucos meses após o blog Mundo Tentacular entrar no ar. O objetivo dele era apresentar de maneira muito rápida o "básico do básico" sobre o Chamado de Cthulhu RPG para quem não conhecia absolutamente nada sobre o jogo.

Eu me orgulho de pensar que ele tenha ajudado a trazer alguns novos jogadores para nosso hobby e influenciado outros que já jogavam a conhecer essa ambientação em especial.

Com o início do Financiamento Coletivo de Chamado de Cthulhu (que já está com mais de 50% completo) acredito que esse artigo antigão merecia uma segunda chance. E de fato, percebi que ele vem sendo muito acessado nas últimas semanas. Desse modo, dei uma refinada no texto, poli as arestas e reescrevi alguns trechos.

Espero que ele possa ser informativo para aqueles que querem saber um pouco mais a respeito desse fantástico jogo. E se após a leitura, vocês tiverem achado interessante que embarque nessa oportunidade de trazê-lo para terras brasileiras.

Bem o texto original começa no parágrafo seguinte...


Pode parecer estranho colocar esse tópico aqui depois de falar a respeito do RPG Chamado de Cthulhu nos últimos meses, mas essa postagem tem uma razão de ser.


Percebi que algumas das pessoas (muitas aliás) que lêem esse Blog não conhecem o jogo Chamado de Cthulhu, alguns sequer sabem o que é RPG. Por isso segue uma explicação do que diabos estamos falando e de como funciona a maldita coisa.

A ideia dessa postagem é apresentar o jogo para quem não está familiarizado e quem sabe despertar o interesse de conhecer e até quem sabe participar de uma sessão.

O outro objetivo do tópico é comemorar o aniversário do lançamento da primeira edição de Call of Cthulhu RPG, pela Editora Chaosium que chegou a nós em uma auspiciosa sexta feira 13 de 1981. E é claro, mencionar o Financiamento Coletivo que finalmente pretende criar uma edição nacional de Chamado de Cthulhu.

O QUE É?

Chamado de Cthulhu (CoC) é um RPG inspirado nos contos do escritor americano H.P Lovecraft. Você já deve ter ouvido falar dele, do contrário dificilmente teria chegado até o Mundo Tentacular, mesmo assim vale a pena dar uma palhinha de quem foi Lovecraft.

H(oward) P(hillips) Lovecraft foi um dos mais importantes autores do gênero horror e ficção fantástica de todos os tempos. Cultuado, estudado, copiado, porém jamais igualado. Lovecraft escreveu compulsivamente ao longo de sua curta vida e suas estórias atualmente possuem inúmeros fãs. Ele foi o criador do Mythos de Cthulhu, uma coleção de seres incrivelmente poderosos e malignos capazes de destruir a humanidade em um piscar de olhos. 

Tais entidades alienígenas para nossos padrões vieram de outras realidades, dimensões, galáxias e no passado andaram livremente pela Terra, sendo cultuados como deuses pelos homens primitivos. Por milênios eles construíram enormes cidades, deixaram um conhecimento profano e guerrearam entre si... então veio o esquecimento. Alguma força cósmica obrigou os antigos a buscar refúgio nas regiões mais remotas do planeta. Lugares em que eles poderiam dormir até que o tempo de despertar chegasse e eles pudessem uma vez mais andar livremente.

Apenas quando as estrelas no firmamento estiverem em uma posição correta eles poderão deixar suas prisões ancestrais e nesse momento a humanidade será apagada da existência.

Chamado de Cthulhu é um RPG que permite aos seus jogadores adentrar o mundo criado por Lovecraft e participar de estórias assumindo o papel de seus protagonistas.

Mas nesse jogo, os personagens tem uma difícil missão, guiados pelo Guardião (Keeper) eles terão de enfrentar esse horror. A mera constatação de que não estamos sozinhos e que coisas terríveis estão entre nós, prestes a despertar, é um baque na sanidade de qualquer pessoa. No papel desses indivíduos comuns, os jogadores terão de enfrentar um mal ancestral e seus asseclas (cultos, criaturas das trevas, bruxos e feiticeiros) que pretendem usar os mitos em causa própria.

O jogo permite que as aventuras ocorram em três diferentes épocas: No final do século XIX, nos loucos anos 20 (o cenário mais clássico da ambientação) e nos dias atuais. Em comum o fato de que a influência pérfida dos mitos sempre está entre nós, o que inclui cultos e pessoas determinadas a despertar os antigos.

COMO FUNCIONA?

Chamado de Cthulhu é um RPG (Roleplaying Game) nele os jogadores criam personagens com determinadas estatísticas e interpretam suas ações no decorrer de uma estória que é contada pelo Guardião. Imagine uma peça de teatro em torno de uma mesa, sem um script pré-definido onde os envolvidos desempenham papéis e são guiados através das situações.

Parece loucura? Não se você tiver criatividade e imaginação suficiente.


Uma típica mesa de Chamado de Cthulhu
Como todo RPG, Chamado de Cthulhu possui um sistema de regras distinto. 

Uma das grandes vantagens do sistema BRP utilizado em CdC é que se trata de um dos sistemas mais simples e funcionais já criados. Ele se vale de um sistema intuitivo de porcentagens para habilidades que é pré-definido por um conjunto de atributos.

Para testar as habilidades os jogadores simplesmente rolam dois dados de 10 lados (d10) e buscam um resultado menor do que aquele anotado em suas fichas. Se o número for menor ou igual, ele obtém um sucesso. Um número mais alto é uma falha. Há regras especiais, contudo esse é o princípio norteador do jogo e a forma como ele se resolve tanto para testes convencionais que incluem desde dirigir um carro, atestar a veracidade de um artefato místico, até encher de balas uma aberração com uma metralhadora Thompson.


Um elemento torna CdC um jogo único: o risco. Os personagens enfrentam um perigo real e esmagador a cada encontro. Os Investigadores são pessoas muitas vezes despreparadas para enfrentar a ameaça implacável dos mitos. Lutar contra o mais simplório servo dos mitos é um desafio, o mesmo valendo para os cultistas e devotos desses seres medonhos.


Um Investigador de CdC precisa saber quando fugir, quando procurar ajuda e que está sozinho enfrentando um inimigo quase invencível. Longe disso tornar o jogo desinteressante, é justamente essa luta contra um rival muito superior que concede um charme ao jogo e faz de cada sessão uma rodada de Roleta Russa. Cada passo deve ser dado com cuidado, pois nunca se sabe o que espera um investigador dos Mythos.

Não bastasse a ameaça física, as estórias impõe outro obstáculo aos personagens: a Sanidade.

Entrar em contato com o mal dos Mitos pode ser uma experiência traumática. A mera visão desses seres de incrível maldade e é o bastante para levar um homem resoluto a encarar um abismo permanente de loucura. Os investigadores de Cthulhu aos poucos enfrentam descem em uma espiral de insanidade a medida que sua própria razão vai se deteriorando e perturbações mentais surgem. O sistema de sanidade permite que os jogadores interpretem a queda e a gradual loucura que devora a mente de seus personagens.

COMO SÃO AS SESSÕES?

Chamado de Cthulhu é um jogo investigativo.

Em geral os cenários giram em torno de um mistério, um segredo ou um acontecimento inexplicável que precisa ser resolvido. Tal mistério levará a uma revelação terrível e ao confronto com as forças dos mitos. Confronto este que marcará os personagens para sempre.

Esses mistérios em geral são pontuados por um clima sobrenatural de horror e de surrealismo. Cultos malignos agem nas sombras sequestrando inocentes sacrificados em altares profanos, seres de outras realidades são invocados e fogem do controle, cidades perdidas são encontradas por arqueólogos que descobrem artefatos antigos ligados aos mitos. Gangsters fazem pactos com seres monstruosos, livros malignos caem em mãos erradas e a proximidade do alinhamento fatal das estrelas ameaça colocar a humanidade em cheque. As oportunidades para aventuras e personagens são inesgotáveis.

Um dos elementos mais interessantes do jogo é poder construir um personagem que vive em uma outra época e interpretar seu modo de vida até o momento em que ela é alterada pelo mistério que ele irá investigar. Muito além das perícias de combate os jogadores devem aprender a usar seus conhecimentos para resolver um caso. Um professor com informações em arqueologia pode ser muito mais importante em uma investigação e encontrar pistas vitais que um soldado veterano da Grande Guerra não descobriria. Em Cthulhu, mesmo o personagem mais treinado em combate não está apto a enfrentar um horror dos mitos.

Inventividade, esperteza e sorte são as armas para os investigadores que desejam triunfar nesse perigoso mundo.

PORQUE EU DEVERIA JOGAR ISSO?

Chamado de Cthulhu é um dos RPG mais queridos e conhecidos entre veteranos. Trata-se de um jogo que está em sua 7a Edição e que é vendido desde 1981. Ele recebeu inúmeros prêmios e elogios ao longo de sua existência. Mas ok, se nada disso serviu para convencer, acredite em mim:


TRATA-SE DE UM GRANDE JOGO!

Extremamente divertido e com uma temática inteligente capaz de surpreender os jogador mais veteranos com cenários fora do comum, sustos, cenas apavorantes e reviravoltas mirabolantes. Conheço alguns jogadores ocasionais que ou não jogam mais nada ou não se interessam por outros jogos, mas que continuam fiéis a CdC por achar a proposta dele tão diferente que está acima de todos os outros jogos.

Para quem procura um jogo de horror adulto, CdC é uma das melhores opções para proporcionar aventuras intrincadas e memoráveis.

E aqui está o link para o Catarse:

Financiamento Coletivo de Chamado de Cthulhu

3 comentários:

  1. Mal posso esperar pra apresentar o CoC em sua versão nacional a meus amigos apreciadores do RPG. Torço pra que o stretch goal n° 4 seja alcançado!

    ResponderExcluir
  2. Na torcida de que o jogo saia, deve ter uns 10 anos que não jogo RPG, mas com certeza vou apoiar esse projeto .

    ResponderExcluir
  3. Wow.... sou eu nessa foto. o.o'
    A menina de cabelo cacheado castanho.... wow.... há 7 anos atrás!
    Foi minha primeira mesa de CoC. Eu antes só jogava GURPS e coisas do Mundo das Trevas.
    Gente.... que bizarro. Uma amiga me falou: "nossa, vi uma foto sua antiga no mundo tentacular", hahahah.
    Anyway, é um sistema bem legal. :)

    ResponderExcluir